10/02/09

Quando você sentir dúvida

É um fato cientificamente comprovado que dois objetos não podem ocupar o mesmo espaço. Essa teoria se aplica às mentes e aos corações dos seres humanos. Onde há confiança, a dúvida não pode se instalar. No momento em que a dúvida entra, a confiança desaparece. Ninguém pode acreditar e duvidar ao mesmo tempo. Acreditar é saber, compreender e aceitar uma verdade que não muda nem pode ser alterada. Onde existir uma confiança total e inquestionável na verdade não poderá haver dúvida. A dúvida penetra na consciência e invade a mente quando esquecemos e não confiamos na verdade da lei divina.

A dúvida cresce quando nos apegamos aos resultados e só investimos neles. Quando decidimos que as coisas devem ser de uma forma determinada, passamos a duvidar de que conseguiremos o que desejamos. A dúvida é fruto de nossas crenças, quase sempre causadas pelo fato de pensarmos e sentirmos que não somos dignos. Quando achamos que não somos dignos de ter o que desejamos, duvidamos que possamos recebê-lo. A dúvida é também causada pela necessidade de controlarmos as situações. Para exercer tal controle, precisamos saber tudo a respeito de tudo. Fixamos a vista num resultado específico e numa forma determinada de atingir este resultado. Quando começa a parecer que nossos planos estão dando errado, a reação natural é o medo, ingrediente principal da dúvida. Quando há necessidade de controle, a dúvida se manifesta sob forma de preocupação. A preocupação é descendente direta da necessidade de ter controle.

Precisamos nos dar conta de que não podemos ver tudo. Não sabemos tudo. Mais importante, precisamos compreender que é impossível controlar qualquer coisa. O processo da vida é espiritual, governado por leis e principios espirituais, invisíveis e intangiveis. Quando estamos sintonizados com essas leis e princípios, sentimos a ação do resultado natural dessas leis. As leis fazem com que a vontade de Deus se manifeste. Essa vontade é para o bem de todos. Quando compreendemos e abraçamos essa verdade, não há motivos para dúvidas. Sabemos que não importa como esteja a situação, o resultado final será bom.

Atraímos para as nossas vidas as coisas nas quais nos concentramos mais. Infelizmente, poucos têm consciencia dos próprios pensamentos, e muitos não se dão conta do que estão pensando a maioria do tempo. Mesmo quando fazemos planos e nos concentramos no que desejamos, avaliamos nossos avanços apenas através das provas físicas. Quando acontece algo inesperado, duvidamos de nós mesmos e de nossos avanços. Isto faz com que a semente da dúvida se instale, fazendo-nos ficar tão preocupados em consertar o que parece ter dado errado, que nossos pensamentos se afastam do resultado desejado. Passamos a nos concentrar intensamente em garantir que nada dê errado. Em última instância, este enfoque se transformará na única coisa que tememos: não atingir o resultado desejado.

A melhor maneira de se defender contra a dúvida é rezando e afirmando constantemente a verdade sobre nós mesmos e sobre a vida. Rezar pedindo orientação e acreditar que a receberemos sintonizará nossas ações com a vontade Divina. Afirmar o que somos e desejamos colocará em movimento os principios espirituais de ordem e do tempo divinos. Nós sempre recebemos exatamente o que precisamos, quando precisamos, até mesmo quando não temos consciencia de precisar. Aprender a viver sem ter de avaliar cada acontecimento ou situação, permanecer concentrados no desejo do bem, elimina o crescimento da dúvida na mente consciente. Quando esperamos receber orientação, proteção e os benefícios da Vonatde Divina, podemos ter certeza de que todo o resultado do empenho será para o nosso bem.

Iyanla Vanzant

Nenhum comentário: