07/09/14

A finalidade da existência humana

Muitas pessoas se perguntam o porquê do seu existir. Qual a sua finalidade aqui na Terra.

Hoje, mais do que nunca, essas perguntas pairam por todas as camadas sociais e em todas as crenças religiosas.

Apesar de que são poucas as pessoas que ainda param para refletir em seu objetivo de vida.

A maioria passa pela vida de uma forma bronca, usufruindo de tudo que a vida e a natureza oferecem de forma inconsequente, sem mesmo pensar no legado que vai deixar aos próprios filhos e descendentes.

Outros só pensam em trabalhar para tornar a vida dos filhos e entes queridos mais cômoda, buscando evitar que estes se esforcem para conquistar as próprias coisas.

Hoje observa-se que grande parte das pessoas se atola com muito trabalho pensando em obter mais coisas materiais e mais conforto para si e para os seus, e nas horas vagas, que deveriam ser de descanso, buscam apenas divertimentos dos mais variados possíveis, como festas e bebedeiras, ao invés do repouso revigorante e reflexão serena que permitem o descanso do corpo e da alma e um afluxo de forças renovadas para um novo início do trabalho, que em muitos casos é o momento onde surgem as novas ideias para melhora do que quer que se pretenda realizar.

Diante de todas essas coisas as pessoas se perdem na correria da vida diária e ficam sem saber qual é realmente a finalidade de sua existência. E não imaginam o quanto perdem com isso.

Nós somos seres que buscam o desenvolvimento interior, que também podemos denominar de desenvolvimento espiritual.

Assim como uma criança que vai se desenvolvendo gradualmente à medida que vai tendo contato com o ambiente a sua volta, o ser humano, como ser espiritual que vem de uma semente inconsciente, busca pela conscientização plena em seu ambiente ou, podemos dizer na Criação.

Pois, segundo o escritor Abdruschin:

“Pertenceis a esta Criação como uma parte dela, deveis, por conseguinte, vibrar com ela, atuar nela, amadurecer aprendendo dela, e assim, colhendo reconhecimentos, subir cada vez mais, dum degrau para outro, seguindo na irradiação, a fim de enobrecer tudo aquilo que entre em contato convosco no vosso caminho.

Então se desenvolverão à vossa volta belos milagres, uns após os outros, que vos soerguerão reciprocamente cada vez mais alto.

Aprendei a reconhecer o vosso caminho na Criação, assim sabereis também a finalidade de vossa existência. Ficareis repletos de jubilosa gratidão e da mais alta felicidade que um espírito humano é capaz de suportar, e que só se encontra no reconhecimento de Deus!”

Esse desenvolvimento só se dá através do movimento. Trata-se do movimento interior de cada um em busca do aperfeiçoamento de si e enobrecimento do seu ambiente, seja no ambiente familiar, seja no trabalho ou na forma de pensar e agir. Isso quer dizer, em toda a vida.

Para isso a pessoa precisa ter um alvo espiritual, pois ainda segundo Abdruschin:

“Um alvo espiritual é sempre algo que encerra valores beneficiadores. Por meio deles, deveis sempre reconhecê-lo! Valores eternos, nada passageiros. Portanto, o que quiserdes fazer, o que vos esforçardes em almejar, primeiro perguntai a vós mesmos sobre os valores que com isso produzireis e encontrareis! Não será difícil demais, se apenas quiserdes realmente!”

Assim, cada pessoa que procurar enobrecer o seu ambiente e agir de forma a não prejudicar as pessoas com quem convive ou entra em contato, poderá se desenvolver interiormente de tal forma que estará no caminho da plena conscientização ou da autoconsciência espiritual. Não se guiará mais somente pelas coisas materiais, mas sim buscará pelas coisas elevadas, e estará mais próximo da nossa pátria que não é aqui nesta Terra.

Nenhum comentário: